Será que a Escócia vai mesmo abandonar o Reino Unido?

Nessa quinta-feira os escoceses irão às urnas em um plebiscito para decidir se a Escócia continua ou não fazendo parte do Reino Unido.

Sem títuloNessa quinta-feira os escoceses irão às urnas em um plebiscito para decidir se a Escócia continua ou não fazendo parte do Reino Unido.

As últimas pesquisas sinalizam um emocionante empate técnico. Há três dias da escolha, chutar o resultado agora é tão preciso quanto cara-ou-coroa.

A decisão é dificílima. Como parte do Reino Unido, uma posição geopolítica privilegiada em acordos internacionais, imensa proteção bélica e segurança contra o terrorismo, a estabilidade da Libra Esterlina.

A coalisão Better Together vem explicando esse ponto de vista conservador em sua campanha:

Já a campanha pela independência Yes Scotland mostra as vantagens em assumir as rédeas do próprio país, como administração total dos recursos naturais (a região extrai cerca de 2/3 de todo o petróleo que ainda resta na Europa), a não privatização do sistema de saúde, e, talvez o ponto de maior apelo, deixar para trás as políticas de austeridade britânicas. O partido de esquerda SNP lidera o movimento pela independência:

Como em toda campanha, há também bizarrices. A Lady Alba é uma delas, com uma paródia de Lady Gaga ironizando aqueles que querem continuar em um “Bad Romance”:

E até mesmo os Simpsons deram a sua palhinha, com o escocês Groundskeeper Willie, no vídeo abaixo:

Bom, e daí?

– Enquanto o Brasil se prepara para a sua decisão de rumos, é sempre bom dar uma olhada para o que está acontecendo pelo mundo.

– Serve até mesmo para dar uma arejada.

– E para colocar em perspectiva os rumos que o mundo está tomando.

– A saída da Escócia do Reino Unido seria muito ruim para a Inglaterra, que sairia menor economicamente, psicologicamente, enfraquecida politicamente. E, por isso mesmo, está em uma semana de muita batalha para que isso não ocorra.

– Afinal, seria uma vitória significativa para as correntes que se opõem às políticas de austeridade, ao neoliberalismo e ao militarismo. E também de tendências separatistas nacionalistas de alguns territórios dentro da Europa.

– Há muito em jogo. Vai ser histórico, de um lado ou de outro.

– É um momento muito interessante do mundo, em que os temas políticos vêm deixando de ser percebidos como chatos, abstratos, intangíveis ou distantes, e tomando uma importância maior no cotidiano informacional das pessoas.

– Programas de entretenimento já perceberam isso, e são comuns segmentos dedicados à política nos principais programas humorísticos, enquanto a tendência de programas de política tocados por humoristas também se espalha pela comunicação.

– A HBO é um canal que envelopa muito bem esse tipo de conteúdo. O ótimo John Oliver, em seu Last Week Tonight, deu um panorama geral sobre as questões da Escócia em seu último programa:

 

 

 

 

 

 

Via UoD

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s