Pharrell, jeans reciclado e o futuro dos oceanos

A nova coleção de Jeans da holandesa G-Star Raw foi feita com plástico dos oceanos. É o que jura a campanha, apresentada pelo onipresente Pharrell, e com envolvimento da Sea Shepard Conservation Society.

Sem títuloA nova coleção de Jeans da holandesa G-Star Raw foi feita com plástico dos oceanos.

É o que jura a campanha, apresentada pelo onipresente Pharrell, e com envolvimento da Sea Shepard Conservation Society.

Vamos ao seu belo vídeo:

A tecnologia de confecção da linha, que une plástico reciclado e algodão, é da Bionic Yarn. O vídeo abaixo explica isso um pouco melhor:

Repare que, no vídeo acima, Pharrell é creditado como Diretor Criativo da Bionic Yarn.

A história é muito interessante. A Bionic Yarn era uma start-up com um excelente produto, mas sem entrada no mercado. Foi então que Pharrell resolveu investir na empresa, e, com seu prestígio e popularidade, trouxe os primeiros clientes. Esse é o primeiro resultado em grande escala.

Outros clientes da empresa são Timberland, Gap, Cole Haan, e, mais recentemente, a Adidas, que deve lançar algo para o verão com o tecido.

Para aproximar o mundo da moda à sustentabilidade, foi feita uma parceria com a Parley para produção e divulgação de conteúdos, eventos e ações ambientais, como o filme Mideway, veja o trailer abaixo:

Bom, e daí?

– Convivemos com um imenso dilema que contrapõe natureza e progresso;

– Queremos o iPhone 6, mas não queremos poluir os oceanos. E sabemos que não dá para ter os dois;

– A corrente pelo desenvolvimento sustentável tenta responder à questão unindo o melhor dos dois mundos: você consome, mas planta uma árvore, a culpa desaparece;

– Você compra um jeans sustentável e uma garrafa de água mineral, e tudo bem;

– Mas sabemos que estamos nos enganando;

– Não há solução simples para nossa dependência de recursos naturais, já que nosso planeta de 7 bilhões de pessoas depende desesperadamente da economia baseada em crescimento, consumo, descarte;

– Sem crescimento, consumo, descarte, a vida não seria possível para a Humanidade. Simplesmente não haveria comida para todos sem os pesticidas produzidos com o petróleo que, então, contaminam as nascentes;

– É por isso que as perspectivas ambientais são péssimas, mundialmente, em uma cadeia interligada de construção destrutiva que impõe que você pegue o carro para ir ao trabalho, mesmo que 95% do que faz pudesse ser feito em casa;

– É preciso torcer por iniciativas como essa, ou como a da NIKE com as camisas da Seleção, como a da Coca-Cola com a reciclagem na periferia do Rio de Janeiro;

– O consumo consciente gera impulsos de compras cada vez mais relevantes quando o desejo de melhorar a realidade é mais forte do que o desejo de se sentir melhor do que o vizinho;

– Empreendedores espertos, como sempre, saem na frente;

– Para o planeta, há óbvias armadilhas em depender dessas iniciativas;

– Mas é uma sinuca de bico. Não fazer nada pode ser muito pior.

 

 

 

 

 

 

Via UoD

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s