A caminhada de uma moça pelas ruas de NY

O problema das cantadas e do assédio em público não é algo que acontece apenas no Brasil.

Em pouco mais de 24 horas, o vídeo “10 Hours of Walking in NYC as a Woman” (10 horas de caminhada de uma mulher em Nova Iorque, em tradução livre) já arrematou mais de 4 milhões de visualizações.

O motivo é simples: não trata-se de um problema restrito à Nova Iorque, ou às ruas das cidades brasileiras. Nossa sociedade vê isso como ~elogios~, mesmo que por vezes os elogiadores mais pareçam perseguidores das moças que passam pelas ruas.

O vídeo é parte de uma campanha para arrecadar fundos para a instituição Hollaback, que quer acabar com o assédio que acontece nas ruas, e é ao mesmo tempo uma crítica social. Afinal, ninguém fica confortável de andar na rua com alguém fazendo provocações e mexendo com ele.

Se você é um homem e não viu muito problema, ou acha que trata-se apenas de uma reclamação de ‘feminazis’, minha recomendação é que você pense novamente, reflita melhor, ou quem sabe assista esse curta francês, que reverte a situação e mostra o quão complicado poderia ser se os homens é que sofressem esse tipo de assédio.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s