Uma máquina de escrever para o século XXI

A Hemingwrite é descrita como uma “máquina de escrever para o século 21”. Trata-se de um aparelho para quem gosta ou quer ter a sensação de ser “retro”. Para os publicitários, principalmente os mais novos, a sensação pode se equivaler a uma viagem nos tempos de “Mad Man”, com todos os arrojos de requinte e estilo dos redatores da série.

Hemingwrite é descrita como uma “máquina de escrever para o século 21”. Trata-se de um aparelho para quem gosta ou quer ter a sensação de ser “retro”. Para os publicitários, principalmente os mais novos, a sensação pode se equivaler a uma viagem nos tempos de “Mad Man”, com todos os arrojos de requinte e estilo dos redatores da série.

O processador de texto conta com teclado Cherry MX e uma pequena tela e-ink de seis polegadas, além da duração de bateria de mais de seis semanas, algo absolutamente impensável, mesmo para os mais poderosos ultrabooks de última tecnologia. A memória interna tem capacidade para gravar mais de um milhão de páginas e o aparelho também tem conectividade Wi-Fi e Bluetooth. Os textos podem ser gravados no Google Docs ou no Evernote.

Além dos “viúvos” da máquina de escrever, para aqueles que gostam ou precisam produzir textos profissionalmente, mas acabam se distraindo com milhões de avisos, funções e aplicativos que saltam nas telas a todo o momento, esse também pode ser um bom aparelho.

Confira as imagens:

 

 

 

 

 

Via AdNews

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s