Citi inaugura flagship em São Paulo

Depois de investir em uma flagship em Ipanema, no Rio de Janeiro, como parte da estratégia de retomar o foco na classe A, anunciada no início deste ano, o Citi acaba de divulgar que está abrindo sua primeira flagship na capital paulista.

Depois de investir em uma flagship em Ipanema, no Rio de Janeiro, como parte da estratégia de retomar o foco na classe A, anunciada no início deste ano, o Citi acaba de divulgar que está abrindo sua primeira flagship na capital paulista.

A nova agência, na qual está investindo US$ 3 milhões, está localizada no número 3.355 da Av. Brigadeiro Faria Lima, um dos pontos de maior visibilidade de São Paulo. E garante que ela tem inovações em conceito de design, ambientação, soluções digitais e forma de atendimento e comunicação com os clientes.

O conceito de agências inteligentes teve início na Ásia, foi ampliado para Estados Unidos e este ano chegou à América Latina. A agência da Faria Lima terá serviço de concierge, wifi, tablets com detalhamento de produtos e serviços que podem ser contratados no ato da consulta. Quem preferir um atendimento mais exclusivo conta com salas privativas nas quais o banco instalou mesas interativas para consulta de produtos e serviços e dos benefícios oferecidos pelo programa Citi Privileges (nela, é possível até pedir um café). É possível também realizar videoconferências com profissionais e analistas do banco para assuntos como investimentos e seguros.

O uso de papel é passado na nova agência, que privilegia a comunicação digital, com telões interativos. E todo o ambiente seguiu normas de sustentabilidade para a construção civil (o Citi espera com ela receber em breve a certificação Leed, concedida pelo Green Building Council). O banco tem intenção de elevar todas as agências a esse novo padrão tecnológico “nos próximos anos”.

Em meados de 2006, o Citibank havia tentado expandir sua operação de varejo a um público mais abrangente. À iniciativa seguiu-se a crise financeira de 2008 que levou o banco a rever sua estratégia. Depois de pesquisas realizadas nos últimos três anos, ficou claro que a percepção do público sobre a instituição era a de atender o segmento de alta renda. Esses estudos levaram a uma redefinição no posicionamento da marca, segundo entrevista de Cintia Yamamoto, superintendente de marketing do Citi Brasil ao Meio & Mensagem no início deste ano. Uma volta às origens, em suma.

Sem título

Sem título

Sem título

Sem título

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s