As melhores fotos do ano pela Reuters

Mais um ano acabando e a Reuters divulga a lista das melhores fotos do ano. Por trás de cada imagem, uma história para ser estudada e refletida.

Por Rodrigo Rebouças

 

Mais um ano acabando e a Reuters divulga a lista das melhores fotos do ano. Por trás de cada imagem, uma história para ser estudada e refletida. Selecionei algumas que me impressionaram bastante pela estética e principalmente pela narrativa do fotógrafo. Quem quiser pode checar todas no link abaixo.

http://www.reuters.com/news/picture/2014/12/03/best-photos-of-the-year?articleId=USRTR4GLBU

09

Photographer: Murad Sezer / Location: SURUC, Turkey

“Um ponto de passagem ao longo da fronteira turco-síria com crianças chorando e famíliasdesesperadas tentando levar tudo o que podiam através do terreno empoeirado. Para minha surpresa Meus olhos caíram sobre o berço de um bebê vazio e pensei: Como épossível alguém deixar para trás algo tão básico … Foram os donos com pressa? Não haviaespaço no ônibus ou caminhão? Quando fotografei o berço, pensei o quão solitário e tristeparecia. Para mim, isso significava uma espécie de desesperança …

11

Photographer: Adrees Latif / Location: FERGUSON, United States

eu vi um homem no meio da multidão que parecia particularmente agitado. Ele pareciaser um residente local, muito nervoso com a polícia, algumas pessoas seguravam-no para trás enquanto ele gritava ... Enquanto isso, foi alvejado com alguma coisa nos olhos, pareciaspray de pimenta. Ele não estava muito perto, mas foi atingido diretamente nos olhos … alguns amigos o arrastaram e derramaram leite em seu rosto eu comecei a fotografar e notei um holofote brilhante no fundoposicionei a câmera e usei a fonte de luz para criar um contorno em volta da cabeça e chamar a atenção para as gotículas.”

02

Photographer: Nacho Doce / Location: NAZARE PAULISTA, Brazil

“Não existem palavras ao ver uma paisagem tão sombria e perturbadora como aquele. Nos quatro anos que vivi no Brasil vi muitas coisas extraordinárias e terríveis, mas a atual secaem torno de São Paulo nos últimos nove meses supera tudo. Sem chuva, os reservatórios damaior cidade da América do Sul estão em seu nível mais baixo em décadas. A Copa do Mundo e as eleições recentes conseguiu desviar a atenção da população para longe doproblema iminente ...só depois que desembarquei e abri a imagem no computador que noteia mulher em pânico como na pintura de Edvard Munch “O Grito“. Para mim, esta é a Mãe Natureza gritando por socorro.”

13

Photographer: Feisal Omar / Location: Mogadishu, Somalia

Eu estava cobrindo a execução de três homens somalis que foram acusados de seremmembros do grupo militante islâmico al Shabaab. Tirei a foto enquanto ainda estavam vivose amarrados a postes. Depois que foram baleados .. não fomos autorizados a tirar fotos deseus corpos.
Foi chocante ver os homens à espera da morte e incapazesde de escapar A históriarealmente me afetou e eu entrei em pânico por assistir alguém ser executado. Foi terrível ver seu sangue enquanto eles se contorciam

12

Photographer: Shamil Zhumatov / Location: Baikonur, Kazakhstan

“De que forma eu poderia tirar uma foto close-up de um foguete Soyuz … Especialmente quando se precisa cumprir com os requisitos de segurança? ... deixei a câmera remota na plataforma de lançamento mas devido a questões técnicas, os fotógrafos não pode controlar as câmeras remotamente. Então, como é que eu iria disparar minha câmera? O lançamento de um Soyuz em órbita é calculado meticulamente até o último segundo e foi exatamente isso que fiz com o temporizador da câmera, coloquei também em contagem regressiva.

10

Photographer: Ahmad Masood / Location: NEW DELHI, India

Gosto de fotografar eventos religiosos, Chatt Puja é um festival Hindu para a aodração do Deus Sol SuryaApós a busca de imagens me deparei com uma parte do rio onde a espuma se reunia em grandes quantidades. Eu vi os homens que tentavam empurrar para trás a camada de espuma em cima da água para ter espaço suficiente para as mulheres …Parece sabão ou uma montanha de neve, mas na verdade, são todos os poluentes das águasde esgotos que correm para o rio Yamuna.”

08

Photographer: Siegfried Modola / Location: Bangui, Central African Republic.

Eu estava voltando para o hotel depois de uma cerimônia em Bangui, onde o presidente interino prometeu restabelecer as forças armadas do país, … Eu estava no táxi por apenas alguns minutos, quando fui alertado que várias pessoas estavam atacando e matando um homem.
O corpo sem vida da vítima, suspeito de se juntar ao ex-grupo rebelde Seleka, estava sendo arrastado, chutado, esfaqueado e apedrejado por soldados durante estas situações, eu tento me proteger, não permitindo que certas memórias fiquem na minha mente por muito tempo. Eu acredito que esta imagem seja uma forte lembrança de quão profunda é a sede de vingança que assola o país e quão difícil será para qualquer forçainterna ou externa para estabilizar e levar a paz duradoura na República Centro-Africana.”

07

Photographer: Omar Sobhani / Location: KABUL, Afghanistan

“Militantes armados com lança-granadas atacaram o Aeroporto Internacional de Cabul … depois de quatro ou cinco horas de combates entre talibãs e as forças de segurança afegãs, todos os insurgentes foram mortos e curiosos locais e meios de comunicação foramautorizados a entrar no local. Um grupo de homens não identificados, armados com pistolasestavam olhando os corpos dos talibãs mortos, alguns chutavam e xigavam os corpos. Um deles apontou a arma para o corpo deitado na cena do crime. Eu tirei as fotos rapidamente… ele não disparou.”

06

Photographer: Enrique Castro-Mendivil / Location: LIMA, Peru

Eu estava cobrindo um concerto no Teatro Nacional de Lima, aguardando o aparecimento do tenor peruano Juan Diego Florez, que estava cantando com os jovens membros da orquestraMomentos antes de aparecer, uma menina do coro começou a vomitar.Quando ela vomitou pela segunda vez, seu vômito salpicou as crianças ao seu redor. Elesforam todos muito profissional e continuaram cantando até que finalmente ela foi pedida para sair do palco.”

05

Photographer: Christian Veron / Location: CARACAS, Venezuela  

Eu estava cobrindo um comício em Caracas contra o governo de Nicolas Maduro. Os estudantes foram criando um bloqueio e organizando um contra-ataque contra a polícia, quando esta menina, ironicamente a filha de um funcionário do governo, de repente,apareceu com uma pedra na mão. Eu apontei minha câmera para ela enquanto ela caminhava até seu namorado e beijou-o intensamente no meio da manifestação ... No momento em que tirei a foto, sabia que tinha algo especial, mas eu não percebi o poder daimagem até o dia seguinte, quando ele se tornou viral nas redes sociais. A foto é inspiradora.O amor está em toda parte.”

04

Photographer: Carlos Garcia Rawlins / Location: CARACAS, Venezuela

Depois de alguns dias de confrontos em Caracas, decidimos viajar para a cidade de SanCristobal para fotografar o conflitomas barricadas estavam bloqueando quase todas as ruas e tornando o deslocamento extremamente difícil ... Quando finalmente cheguei, parecia que o piortinha passado mas um grupo de jovens com estilingues gigantes haviapermanecido.

03

Photographer: Tyrone Siu / Location: HONG KONG, China

 “Esta foto foi tirada quando o governo Hong Kong ordenou o abate de mais de 20.000galinhas vivas em um mercado de aves como precaução contra a disseminação da gripeH7N9. Um grupo de funcionários com seus equipamentos de proteção estavam esperando o semáforo … A foto teve um forte impacto, parecia surreal ver pessoas com equipamentos de proteção no meio da rua. Esta foto foi selecionada por muitos meios de comunicaçãopara ser a imagem do dia.”

01

Photographer: Vasily Fedosenko / Location: KIEV, Ukraine

“Manifestantes subiram algumas barricadas, feitas a partir de ônibus e carros queimados.Era inverno e a polícia usou mangueiras de água para transformar as ruas em gelo. Os manifestantes continuavam subindo em direção a polícia a atiravam cocktails molotov, a polícia continuou com balas de borracha e mangueiras de água… isso aconteceu por muitos dias. Cocktails Molotov estavam por toda parte, atrás das barricadas prontos para ser usados. A bandeira da Ucrânia foi vista em toda parte, e o hino da Ucrania foi cantado muitas vezes ao dia”

 

 

 

 

 

 

Via UoD

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s