Greenpeace faz projeção gigante para expor mentiras da crise hídrica no 1º de abril

n-ALCKIMIN-large570

Quem passou pela esquina da Rua da Consolação com a Avenida Paulista em São Paulo na noite desta quarta-feira, 1º de abril, não pode deixar de reparar em uma intervenção realizada pelo Greenpeace.

A ONG fez uma mega projeção na parede do edifício Anchieta, onde aparecia uma célebre frase de Geraldo Alckmin, governador do estado: “Não falta água em São Paulo, não vai faltar água em São Paulo”.

 lala

Além dessa afirmação, que combina bem com dia da mentira, foram divulgados dados sobre a atual situação da crise, como o atual índice do sistema Cantareira, que está em 14,8%, e divulgou a campanha para acabar com descontos para grandes consumidores de água.

Segundo o site do Greenpeace, a ação destacou a responsabilidade do governador Geraldo Alckmin na crise e fortaleceu a atual campanha exigindo que a Sabesp e o Governo do Estado quebrem os contratos de desconto que beneficiam 537 instituições, as quais consomem cerca de 2,25 bilhões de litros de água por mês, o suficiente para atender cerca de 400 mil pessoas.

“Infelizmente a gestão da crise da água em São Paulo vem sendo marcada por graves mentiras e injustiças”, comenta Pedro Telles, porta-voz da campanha de Clima e Energia do Greenpeace. “Enquanto a Sabesp e o Governo do Estado cogitam aumentar novamente o preço da água para a população, é inaceitável que grandes empresas continuem recebendo descontos para consumir mais”.

O vídeo pode ser visto no facebook do Greenpeace

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s